Desta vez trago mais um projecto open-source, o Dronecode.

Trata-se de um projecto colaborativo que visa juntar os actuais e futuros desenvolvimentos da comunidade, e pretende também homogeneizar a comunidade, tentando impor alguma interoperabilidade!

Actualmente, podes contribuir para a comunidade de duas maneiras: ou és um developer, e contribuis com o teu software e hardware, ou então, se tens uma actividade na área, podes ser membro da associação, através de 3 níveis distintos, Gold, Silver ou Platinum.

O diagrama acima o actual estado das implementações, com projectos do Dronecode, e afiliados, tendo em comum uma linguagem de comunicação, Mavlink, que é um protocolo de comunicação especialmente desenvolvido para veículos aéreos não tripulados, juntamente com 2 stacks de voo, o PX4 e APM, juntamente com APIs de comunicação sobre esse mesmo protocolo, regulamentação de comunicação através de CAN, com o UAVCAN.

Também se encontra em desenvolvimento rotinas de detecção de colisão, processamento de imagem e transmissão de video por WIFI.

Aqui fica uma imagem a representar a dimensão do projecto!

Andre Geim, físico russo galardoado em 2010 com o prémio Nobel da Física, com novas e inovadoras descobertas com o grafeno, prometia uma nova revolução no armazenamento de energia eléctrica.

A Hobby King, um big player, fornecedor de diverso material de modelismo, lançou recentemente um conjunto de baterias, com base nesta tecnologia!

Estas baterias têm uma resistência interna mais baixa que as baterias LiPo, sendo anunciada uma resistência interna de 1.2mOhm, em comparação aos 3mOhm comuns nas LiPo.

Comparando as especificações com a tecnologia antiga, ainda não se vê grandes avanços em termos de capacidade e densidade de energia, que são os factores de escolha das nossas baterias, pelo que, devido à novidade da tecnologia, terá ainda espaço para evoluir.

Neste exemplo, vimos uma bateria com 6000mAh, de 4 células, 14.8V quando carregada, com um peso de 742g..

telemetria (comunicação de informação à distancia) nos drones tem já uma longa história.

Inicialmente utilizavam-se os rádios Xbee para a comunicação do drone com a groundstation.


Numa outra fase, a 3dr impulsionou a utilização de modems de 433Mhz, baseado nos processadores SI1000, da SiLabs, que facilitou a telemetria, mas mais tarde foram descobertas vulnerabilidades que permitiam fazer o hijack do teu drone.

Este funciona, através de uma vulnerabilidade dos rádios, pois não foi implementado qualquer tipo de protecção nem autenticação, e assim permite comunicar com todos os drones dentro do alcance, que utilizam este hardware de telemetria!

Segue um video de uma prova do conceito, que permite desarmar o teu drone em pleno voo.

Existe também a possibilidade de utilizar o bluetooth do teu tablet ou telemóvel, para comunicares com o teu drone, assim como mais alternativas, pois esta não é uma lista exaustiva!

Consegue-se identificar alguns problemas, nomeadamente o alcance limitado, pois utilizam ligações ponto a ponto, assim como a total dependência do dispositivo com a fonte de alimentação do drone.

A telemetria sobre gsm/gprs já existe, através de um driver para modems AT, mais informações aqui.

O Intermarché de Marco de Canaveses decidiu tornar-se mais verde com a utilização de energia renovável: painéis foto voltaicos!

SolGás, também uma empresa marcoense, tratou da obra, e nós tiramos algumas fotos e vídeos (em simultâneo)! 


Um dos nossos drones, equipado com uma GoPro Hero 4 Black, foi recrutado para captar as diversas fases da obra. 

Para os mais curiosos, a imagem aparenta se distorcida, certo? Trata-se do efeito olho de peixe, visto que a GoPro tem uma lente grande angular! Pode ser corrigido, claro, mas a intenção é mostrar a brutal qualidade, sem qualquer tratamento:D