As ESC (electronic speed controller) utilizadas para a comutação dos motores sem escovas nos drones devem ter um reduzido tempo de resposta, e visto que as ESC utilizadas no aeromodelismo não oferecem essa capacidade, pois foram projectadas para terem uma taxa de actualização de 50Hz.

Em baixo está uma representação do sinal de controlo para o ESC, originalmente desenvolvido para os servos.

 

Este sinal costuma ter um período de 10 a 20ms, e o tempo que a onda está no nível lógico verdadeiro traduz a posição requerida: um sinal com 1ms de duração representa o mínimo, e com 2ms, representa o máximo. Historicamente, este sinal foi pensado para ser utilizado com os servos, e as ESC adoptaram o mesmo sinal, para serem compatíveis com os receptores. Com esta limitação, a taxa de atualização das ESC também estão na ordem dos 50Hz, pois é a taxa de actualização máxima num sinal de 20ms. 

Como a informação do sinal cabe nos 2ms da trama, os controladores de voo ignoram o restante tempo com o sinal a nível lógico falso, enviando o sinal mais cedo, e por conseguinte, diminuindo o tempo de resposta. Já existe também um sinal alternativo, o oneshot125, que tem uma taxa de actualização na ordem dos 4Khz!

O firmware implementado pelo Simon Kirby está disponível no github, e podes gerar, futuramente, o binário para instalar na esc neste link: 0x.ca/tgy/. É compatível com o oneshot125, bastando assinalar a opção RCP_ALIAS_SHIFT. Este software também pode ser utilizado para controlar motores em ambas as direcções, que é útil nos carros e barcos, assim como o travar o motor, oferecendo o que vulgarmente se conhece por travagem regenerativa!

Existe também a possibilidade de instalar um bootloader na ESC, pelo que futuras alterações à ESC, tal como a alteração do sentido de rotação, útil para quando se solda o motor directamente à ESC não implique o cuidado de verificar o sentido de rotação do motor, podendo ser alterado através da instalação do software pela ficha de controlo!

Embora nem todas as ESC sejam compatíveis, pois podem ter os pinos de I2C ocupados, podemos ter uma malha fechada de controlo, podendo obter a informação da tensão, temperatura e taxa de rotação!

Podes aceder a uma base de dados de ESC e software compatível aqui.

A instalação deste software obriga à ligação de um programador para a primeira instalação. Eu utilizo o BusPirate, referido num tópico anterior!

Existe um software, KKMulticopter Flashtoolque agiliza a instalação do firmware nas ECS, que permite fazer o download da internet, assim como a utilização do programador!

Lembras-te do tópico da temperatura?

A implementação passou pela instalação do EmonCMS do projecto OpenEnergyMonitor no nosso servidor, e a utilização de um serviço de Node-Red da sensetecnic!

Foi criado um nó, que vai buscar a informação da temperatura ao OpenWeatherMap (mais um serviço gratuito, de temperatura), e converte o tópico, fazendo um pedido Get à nossa instância de emoncms! Fica aqui uma imagem da folha no node-red.

Os aficionados em radio modelismo têm todos uma necessidade semelhante: o rádio transmissor!

Este transmissor tem de ter um determinado número de canais, de modo a poder actuar o modelo, sejam servos, variadores, led's, etc!

O mercado tem diversas soluções, tanto em marcas estabelecidas, como a Futaba, como o mercado asiático, com toneladas de escolha!

Uma das escolhas mais populares, pelo baixo custo (55€!) e número de canais disponíveis (8 canais) é o Turnigy 9X, vendido pela HobbyKing (este rádio é um rebrand do flysky fs-th9x, utilizado nas primeiras gerações do 3Dr Iris e Aero M)

Este rádio é baseado num processador da Atmel, o Atmega 64, com 64kb de memória flash, 4Kb de SRAM e uma EEPROM de 2Kb! Tem um ecrâ monocromático de 128x64 Px, um pequeno besouro, 2 gimbals (4 canais), 1 botão de 3 posições, 3 potenciómetros e mais 6 botões, para transmitir ao nosso modelo!

De origem trás também um transmissor e receptor de 8 canais, podendo ser substituído por outro. Gosto particularmente do FrSky XJT com o D8R-XP, pois permite transmitir até 16 canais e tem um downlink de telemetria que pode ser integrado com nosso controlador de voo.

A popularidade deste rádio, e suas variantes, levou à criação de um software customizado, o OpenTX. Existem mais projectos equivalentes, mas este é o que eu utilizo!

Este projecto é composto pelo firmware que corre no rádio, assim como um simulador e um software que corre no computador, o OpenTX Companion.

A principal vantagem deste projecto em relação ao software original é a mais fácil configuração de parâmetros, assim como a integração de sistemas de telemetria, que existe em sistemas que custam 10x mais!

Existem dezenas de tutoriais espalhados pela internet que ensinam a instalar o OpenTX neste rádio, assim como a activação da telemetria, que obriga a retirar 2 resistências minusculas (4 por 2 mm!)

Longe vão os tempos em que se querias uma câmara capaz de captar o espectro abaixo do vermelho, terias de desembolsar uns largos milhares de euros numa câmara própria, ou converter a mesma, através da colocação de filtros, ou instalação de lentes próprias...

Deixo-vos um video de como remover o filtro de infravermelhos numa GoPro:

 

MAPIR.CAMERA (sim, o TLD é camara :D), lançou uma nova linha de câmaras, com filtros para luz visível, infravermelho, Vermelho, Verde, Azul ou NDVI (Normalized Difference Vegetation Index).


Ser capaz de captar imagens hiper-espectrais (captar luz com um comprimento de onda superior ou inferior ao que os nossos olhos conseguem distinguir) pode ser útil na agricultura, sendo capaz de avaliar o estado das plantações, e daí prescrever novos fertilizantes para determinadas zonas da plantação, dando jus ao nome de agricultura de precisão!

 

Acima represento um gráfico, retirado da página da MAPIR, que relaciona o comprimento de onda (Wave Lenght) com a reflectância de um objecto! Nela, podemos distinguir o solo, vegetação saudável e vegetação não saudável, e como podemos observar no gráfico, a relação da reflectância nas plantas saudáveis e não saudáveis elevada, podendo assim mapear um terreno, e determinar com precisão as zonas em que a vegetação precisa de cuidados! Este gráfico não é válido para todo o tipo de vegetação, nem sequer para toda a sua vida, pois a sua reflectância varia com o tipo e estado de maturação.

A mapir tem uma relação comercial com a agribotix, e oferece um webservice para processamento das imagens, que, no pacote básico (89 USD mensais), oferece um relatório de saúde da plantação e criação de um mapa pelas imagens enviadas, e no pacote profissional (159 USD mensais), oferece as mesmas condições do pacote básico, assim como relatórios variados, tais como fertilização, pesticidas) para melhorar a produção...