Desta vez apresento o Nextion.

Trata-se de um HMI (de Human Machine Interface) barato para a gente das electrónicas desenvolver um interface com o utilizador de forma simples e rápida, desenvolvida pelo IteadStudios!

Apenas com o requisito de uma porta série, este ecrã será programado através de uma aplicação própria (Nextion Editor), permitindo desenhar o interface de várias páginas, criar widgets, e botões...

Trata-se de um produto destinado à electrónica de consumo, e não para a indústria, pelo que não consegue comunicar com PLC's ou outro hardware industrial, nem sequer possui outros barramentos de comunicação, tais como modbus, nem tcp/ip, pelo que a sua utilização fica um pouco limitada! (a não ser que queiras reprogramar o micro controlador que lá está!).

Em 2013 a mesma empresa lançou uma campanha de crowdfunding no indiegogo, tendo eu sido um dos backers! A falta de ajuda da comunidade não permitiu ao projecto ganhar a mesma dimensão da raspberry pi... Estes tipos são bons :D

Um developer de hardware tem necessidade de utilizar ferramentas de auxilio, uma vez que os bugs podem estar escondidos em qualquer lugar!

A ferramenta mais versátil que encontrei foi o BusPirate, desenvolvido pela dangerousprototypes.com.

Capaz de medir tensões até 6V, tem medidor de frequência até 60Mhz, tem sniffer de diversos protocolos: SPI, I2C, UART, conversão USB - Série transparente...

Também possui um bootloader, para ser possivel alternar entre software, podendo funcionar como um clone de programador de AVR, ou como uma sonda JTAG!

A sua versatilidade também se deve ao facto de poder ser programado com macros, de modo a poder criar algumas tarefas automatizadas!

Mais um projecto open source, que se encontra no mercado há já algum tempo!

Fruto de um trabalho desenvolvido em 2010 pela necessidade de um dos criadores em automatizar a rega de um novo relvado!

Na altura, não passava de um controlador de uma válvula controlado através de um transmissor e receptor 433Mhz! Podem consultar o artigo original aqui

 

Depois de algumas conversas com pessoal da pesada no mercado open source, nomeadamente Chris Anderson, actualmente CEO da 3DR, que tinha visto o projecto oportunidade de negócio, nasceu o nome, OpenSprinkler, e a primeira versão, o OpenSprinkler 1.0, na altura divulgado no Hackaday...

Actualmente possuem uma elevada gama de produtos, composto por controladores de válvulas, capaz de interagir com o browser!

Esta gama de produtos é composta por 2 OpenSprinkler, com 3 versões, para válvulas AC e válvulas DC, expansor de zonas, tanto em DC como AC, e 2 shields para serem utilizados em conjunto com a Raspbery Pi e a BeagleBone... Também possuem um RFToy, que é um dispositivo capaz de receber sinais de aparelhos comerciais de dómotica!

Em cima podem ver um desenho de alto nível do controlador OpenSprinkler DC... Composto por um ATmega1284, cartão de memória microSD e um Microchip enc28j60 para fazer o interface com a vossa rede doméstica! Em termos de controlo das válvulas, possui um circuito step-up (34063 da OnSemi) para gerar a tensão necessária para accionar as ditas, assim como um 74HC595 a accionar os MOSFET.

 

Nota: Com estas coisas todas do ESP8266, que é mais capaz que o Atmega, com a vantagem de possuir Wifi, não seria interessante criar uma versão nossa???? Fica a ideia no ar :D

O mercado dos Drones depende muito do mercado do radio modelismo. O principal calcanhar de Aquiles é encontrar um bom controlo remoto para o nosso drone! A 3DRobotics,  com o seu incrível Solo, está a mudar a visão de mercado, com o seu controlador que possui um downlink de video em alta definição, saída HDMI e ligação ao tablet!

Na luftfotos24.de, quer lançar o BeasTX, o melhor controlo remoto para o mercado!

Com um processador ARM cortex A7 dual core, placa gráfica de alto desempenho, Debian Linux, compatibilidade com os mais diversos transmissores (FRSky, Futaba, Graupner), WiFi, receptor de 5.8GHz, GPS, USB e saída HDMI, poderá ser a Groud Station dos seus sonhos!

Este DOC (Drone Operation Controller) estará desponível para uma campanha no kickstarter no primeiro trimestre de 2016, resta-nos aguardar!